blindagem automotiva

Blindagem automotiva salva vidas e a contratação do serviço de blindagem requer muitos cuidados.

Informe-se e tome a melhor decisão.

1. O que é blindagem opaca?

É a blindagem da parte opaca do veículo, ou seja, quando se exclui os vidros e os pneus.

A blindagem opaca é realizada com a aplicação de painéis balísticos de aramida ou aço em aproximadamente 90% da carroceria do veículo.

Em algumas áreas do veículo onde não é possível aplicar o painel de aramida como fechaduras, por exemplo, o aço será aplicado.

2. Quero blindar um carro. Por onde começar?

O primeiro passo é procurar uma boa blindadora, parceira da Protecta. Pesquise por empresas com boas referências, documentação em dia, fornecedores certificados e que esclareçam todas as suas dúvidas.

Lembre-se que blindagem salva vidas, portanto toda pergunta é pertinente e toda dúvida deve ser respondida pela blindadora.

3. O peso da blindagem prejudica o carro?

Não. Nos dias atuais o peso do carro blindado não deve ser uma preocupação. Há uma década, quando as chapas de aço imperavam na blindagem automotiva, de fato o peso influenciava sobre o eixo gravitacional do carro, mas atualmente, com o uso predominante dos painéis de aramida, o peso agregado da blindagem é muito baixo.

Em média, o peso da blindagem varia de 160 kg a 200 kg, ou seja, nada muito substancial e dentro da margem de peso projetada pelas montadoras.

4. Como avaliar a melhor proposta de blindagem?

Comece por não considerar apenas o preço.

Fator primordial para a uma boa blindagem é o projeto da blindagem. Como no Brasil não existe padronização de blindagem por modelo de veículo, cada blindadora adota seu próprio projeto. Por exemplo, é possível encontrar um projeto de uma Tiguan com blindagem nível IIIA com peso final de 150 kg em uma blindadora e a mesma Tiguan nível IIIA com peso final de 200 kg em outra blindadora. Isso mostra que cada uma oferece uma solução balística diferente.

Analise e compare detalhadamente as propostas, considerando:

✔ nível de proteção

✔ tipo de material utilizado

✔ número de camadas de material balístico

✔ se o painel balístico é emborrachado ou não

✔ quais partes do carro serão blindadas em aramida e aço

✔ como serão realizadas as sobreposições ou “overlaps”

Informe-se ao máximo para tomar a melhor decisão.

5. Em quanto tempo um carro é blindado?

A média de mercado é de 30 a 40 dias, mas há casos de até 20 dias.

O tempo de blindagem pode variar de acordo com a estrutura da blindadora, o tamanho da equipe, processos e procedimentos internos, volume de carros que esteja blindando, matéria-prima disponível, etc. O importante é que você avalie se o tempo proposto pela sua blindadora lhe atende.

6. É possível recuperar uma blindagem?

Não. É impossível recuperar um peça alvejada, seja ela da lataria, vidro ou pneus. Toda peça alvejada deve ser substituída, portanto, se ouvir proposta de recuperação, desconfie.

Caso um acidente ou batida ocorra, o veículo deverá ser avaliado pela blindadora antes de ser enviado a uma oficina mecânica ou funilaria, afinal painéis balíscos são produtos controlados e precisam ser analisados por especialistas no assunto.

7. Quais cuidados devo ter com um carro blindado?

Painéis de blindagem automotiva são produtos controlados pelo Exército Brasileiro, portanto demandam os mesmos cuidados do porte de arma de fogo ou munição.

É fundamental seguir à risca as orientações da blindadora, que por sua vez, segue as orientações do fabricante do painel balístico.

Ao retirar o carro da blindadora o usuário receberá um manual de uso com instruções de manuseio, e segui-las à risca, influencia na garantia do serviço realizado. Se durante uma revisão da blindagem algum mau uso for detectado a garantia por parte da blindadora poderá ser cancelada.

8. Qual é a validade da blindagem?

Em média 5 anos, mas vale ressaltar que após os 5 anos não significa que a blindagem deixa de ser efetiva, ou que os painéis perdem a proteção balística.

É o mesmo conceito da garantia de um carro zero quilômetro. Há um período de garantia, mas após esse prazo o veículo continua rodando e, se a manutenção for bem-feita, óleo e pastilhas de freio trocados, ele pode se manter ativo por muitos anos.

O mesmo ocorre em blindagem automotiva. O importante é manter o calendário de revisões em dia e acatar as recomendações da blindadora caso algo precise ser ajustado.

9. Qual é a frequência de revisão de um carro blindado?

Não há um padrão e cada blindadora adota o seu método de trabalho. Há casos de revisão a cada seis meses, um ano. Isso pode variar, combine as revisões com a sua blindadora.

Agora que você conhece um pouco mais sobre blindagem automotiva, procure uma blindadora parceira da Protecta e una serviços de qualidade ao melhor painel balístico do mercado.