Notícias

Grupamento Fluvial de Segurança Pública conclui capacitação junto à Capitania dos Portos
fevereiro 6, 2021

Grupamento Fluvial de Segurança Pública conclui capacitação junto à Capitania dos Portos

Fonte: https://www.agenciapara.com.br/ – 05/02/2021 15h30 – Atualizada em 06/02/2021 09h11
Por Walena Lopes (SEGUP)

Treinamento assegura maior celeridade para condução e manutenção de embarcações no combate à criminalidade nos rios do estado

O Grupamento Fluvial de Segurança Pública do Estado (Gflu), vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), concluiu nesta sexta-feira (5) a capacitação de agentes do órgão para a condução e manutenção de embarcações. O curso ”Tripulação de Embarcações de Serviço Público do Estado” foi realizado em parceria com a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental. O objetivo da formação foi o de qualificar os agentes para operações em embarcações com maior segurança e celeridade nas urgências e emergências nas regiões fluviais em que atuam.

Durante o curso foram abordados os temas sobre mecânica, pilotagem, manutenção de motores e suas funcionalidades, acessórios, primeiros socorros, prática de condução, técnica para evitar colisão, sinalização das voadeiras e legislação fluvial de navegação.

Os alunos foram distribuídos em duas turmas, respeitando as normas sanitárias contra à Covid-19, contando, cada uma, com no máximo 15 alunos, das Polícias Civil e Militar que vieram dos municípios de Abaetetuba, Igarapé Miri, Castanhal, Itaituba e do Marajó. Os agentes receberam habilitação e certificado como aptos para atuarem nas novas embarcações que serão distribuídas nas localidades para auxiliar no combate a criminalidade local.

Grupamento Fluvial

Segundo o instrutor da Capitania dos Portos, Carlos Augusto Ribeiro, os alunos habilitados estão aptos para conduzir embarcações de até oito metros de comprimento pelos rios do Estado. “Esses agentes estão preparados para atuarem nas missões marítimas, detendo o conhecimento técnico e a funcionalidade dos equipamentos necessários, assim como reconhecer o que  significa determinada luz, além de identificar a diferença das boias e a importância do colete salva-vidas. Tudo isso visando a uma maior segurança, estando todos preparados para enfrentar situações de risco”, destacou o instrutor.

“Essa é a primeira turma de capacitação que estamos formando esse ano, após um ano de muitas restrições a eventos e capacitações desse tipo. Conseguimos iniciar essa formação, com o apoio do Governo do Estado, que vem investindo em novas embarcações e na remotorização do Grupamento Fluvial. Desta forma, essa capacitação vem somar na formação desses profissionais, garantindo assim uma maior efetividade e segurança, pois para atuarem em ações policiais na água, é necessário ter uma formação específica, visto que as operações nos rios exigem um conhecimento diferenciado”, enfatizou o diretor do Grupamento Fluvial, delegado Arthur Braga, 

Ele acrescentou que esses policiais capacitados “terão condições de conduzir outros agentes e servidores, de modo que, ficamos muito satisfeitos com essa conclusão que possibilita a esses agentes uma atuação mais elaborada, onde a técnica e a agilidade oportunizam uma atuação mais eficaz no que diz respeito às operações marítimas que a segurança pública vem realizando no nosso estado”, concluiu o delegado Arthur Braga.

Novas embarcações – Para dobrar a capacidade operacional da segurança fluvial, os rios do Pará receberão ainda, em 2021, 15 novas embarcações, além de 23 que passam pelo processo de remotorização e revitalização, o que consiste na manutenção de motores, pinturas de cascos e afins. Três lanchas já serão destinadas para utilização da área de segurança pública nos municípios de Igarapé-Miri, Conceição do Araguaia e São Sebastião da Boa Vista.